12 de março de 2009

BIOIMPEDÂNCIA

Para avaliação da composição corporal, um dos métodos mais precisos passíveis de serem realizados em consultório, é o exame de bioimpedância. Através deste exame, uma corrente elétrica de baixa voltagem passa pelo corpo separando-o em dois compartimentos: a massa magra e a massa gorda. A massa magra é condutora da corrente elétrica e a massa gorda isolante dessa forma em poucos minutos obtêm-se a avaliação quase que precisa da composição corporal. No entanto, para que o exame seja confiável, alguns cuidados devem ser tomados pelo paciente antes de realizar o exame e durante este. Valores como percentual de gordura corporal, quantidade de água sobre a massa magra, quantidade total de litros no corpo e peso e percentual de massa magra são conhecidos em minutos. Este exame só é contra-indicado para pacientes com marcapasso ou gestantes. É um tipo de acompanhamento ideal para quem realiza atividade física ou mesmo para pacientes em tratamento nutricional para um monitoramento mais preciso da perda de peso. Este equipamento e exame está disponível em meu consultório e incluído nos pacotes nutricionais, podendo ser somente realizado este também. A margem de erro do resultado é de 2-3%, valor bem inferior ao relacionado aos adipometros.

6 comentários:

walkiria disse...

hihihi :)

Milene disse...

Oii
fiz BIA e o resultado deu 35% de gordura,meu IMC é de aproximadamente 19kg/m2 e minha relação cintura/quadril=0,72.
Segui todos os procedimentos antes e durante para realizar a BIA,o q será que está de errado??

Rose disse...

Gostaria de saber pr grávidas não podem fazer bioimpedancia?

Nutricionista Bruna B.Brognoli disse...

Milene: nem sempre ter o IMC baixo e um baixo peso são indicados de baixo nível de gordura, vai depender muito da tua alimentação (daonde vem o teu peso) e do quanto fazes de atividade física. É possível que este valor não esteja errado, é importante que para "tirar teima"refaças o exame. Ou outra coisa que poderia influenciar, é uma baixa quantidade de água corporal... abraço e obrigada pelo post

Nutricionista Bruna B.Brognoli disse...

Rose: gestantes não devem fazer pois o exame envolve corrente elétrica, mesmo que de baixa voltagem. Para seres humanos já formados, essa corrente não causa danos mas para seres em formação, esta corrente elétrica pode representar risco, mesmo que não elevado,é melhor pecar pelo excesso de zelo. Outra coisa importante é que, gestantes, até em função dos mil hormônios alterados, apresentam também sua composição corporal diferenciada. Abraço e obrigada pelo comentário

Letícia Martelleto disse...

Ola vc atende em qual estado? Quero e preciso de um acompanhamento.